O BECO

O BECO
Roteiro para filme de ficção longa metragem
Por Spirito Santo

————

Interiores:
Salão de Dancing
Redação e gráfica de jornal
Delegacia de polícia
Salão de sinuca
Interior de avião anos 50
Escritório de advocacia
Interior de adega
Sala de mansão

Exteriores:
Favela ( platô, birosca, barracos, etc. )
Bairro Boêmio (Lapa, Rio de Janeiro) / cabarés, largo, ruas, ladeiras, arcos e adega
Centro do Rio / ( bar, relógio do Largo da Carioca)
Copacabana ( entrada de hotel, fachada de delegacia, ruas e calçadão )
Fuselagem de avião anos 50
Saguão e pista do aeroporto anos 50
Praia do Caribe
Rua de Havana, Cuba

Personagens, coadjuvantes e figurantes
1- Juvenal King Kong / O fotógrafo gordo
2- Dr. Mário Sarione / O delegado
3- Aníbal Maciel / O Senador
4- Cândido Menezes da Silva, “Candinho” / O chofer de táxi
5- Satã / O homossexual
6- Dona Clarinda Belfant Maciel / A madame morta
7- Carlito Pimenta / O Jornalista
8- Herrera / O matador de aluguel
9- Dr. João Beckmam / O advogado
10- Janeth / A amiga da madame
11- Nézinha / Amante de Candinho
12- Menino Goleiro
13- Joaquim Polaco / receptador
14- Secretária
15- Chisnove
16- Velha
17- Barrigudo da piteira
18- Leão de Chácara
19- Misses e mães de misses.
20- Meninos favelados
21- Moradores e freqüentadores da Lapa.
22- Homens e mulheres da alta sociedade
23- Motoristas de táxi
25- Netos da velha
26- Policiais civis

—————

Exterior/Noite
Beco na Lapa
Piso de paralelepípedos imundo.
Beco deserto iluminado por luminária de rua.

Vozes em off, ao telefone:

Clarinda:
_Ah…vamos sim! Afinal…não vai te custar nada não é? O lugar é tão simpático.

_Janeth:
O que está havendo com você, heim? Nunca foi disso…andar na noite, na
boêmia, nesse submundo?

_Clarinda:
E a Lapa é submundo por acaso? Você não viu ontem? Até Edith Piaf estava lá. Ali é a nossa Monmartre, querida e, além do mais…bem, num ponto você tem razão. Ando meio deprimida mesmo.

_Janeth
Desiludida da vida?.. É o desquite não é?…

_Clarinda
Pois é. Este assunto de novo…Pedi a separação de corpos, sabia? Não dava mais pra suportar…sabe? A pressão, as ameaças…depois de tudo que eu relevei…

_Janeth
Tá bom, não se fala mais nisso. Te pego aí em dez minutos. Ah…quase esqueço. Posso levar alguém…assim, pra te fazer companhia?…Não? Ih…mas que chata que você está, meu Deus! Tá. Esquece….Não, não. Deixa estar. Eu pego um táxi.

Poste da luminária iluminando letreiro de bar ao fundo:

A Capela

Chão de paralelepípedos e poças d’água, fazendo fundo para legenda:

3 de Maio de 1955
Lapa, Rio de Janeiro

Som de gritos inflamados.
Briga de rua.
Pés da assistência, na soleira do bar.
Pés dos contendores, rápidos, indo para o meio da rua, em luta.
Golpe de um no ventre do outro, que cai.
Rosto do homem que caiu, um negro de bigode fino, aparado.
Olhos se revirando.
Rosto do outro, também negro, com um chapéu, olhando para o adversário assustado.
Turba se aproxima do homem caído, agitada.
Agressor em fuga, desaparece numa esquina.
Rosto do homem caído no meio-fio.
Poça de sangue próxima ao rosto, cresce e se mistura a uma poça d’água.
Chuva fina começa a cair.
Poça de água e sangue, salpicada pela chuva.
Letreiros de apresentação rolam no quadro.

(Continua)

Anúncios

~ por Spirito Santo em 07/01/2008.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: