Vigário Geral , ‘Cavalos Corredores’ e Tropa maldita

Creative Commons LicenseTodo o conteúdo deste blog está assegurado sob uma licença Criative Commons.

Li no jornal agora. Escrevo de cabelos em pé.

Assustadora a estranha lógica que vai se formando nas estreitas relações estabelecidas entre os policiais de alta patente – logo desmascarados como bandidos e assassinos notórios – e a política de promoção e indicação para comandos de batalhões importantes e estratégicos (como Maré e São Gonçalo) por parte do governo do Rio.

Só para lembrar, anteontem mesmo o tenente coronel comandante do batalhão do complexo da Maré, solicitou o fechamento da UPA (unidade emergencial de saúde) da Maré, alegando ‘falta de segurança’ no entorno da unidade por causa do cerco de bandidos (como?).

Pois bem: Claudio Luiz de Oliveira o tenente coronel mandante do assassinato da juíza – um chefão mafioso violento e perigoso como se sabe agora – até ontem era, exatamente o comandante do batalhão da Maré. De posse da ficha dele – raposa tomando conta do galinheiro – não custava nada fazer a pergunta:

_Porque será que ele pediu para que se fechasse a UPA, meu Deus ?

Pode não querer dizer nada, mas o jornal diz também que Claudio Luiz de Oliveira era major no batalhão de Benfica, jurisdição da favela de Vigário Geral na época do célebre massacre perpetrado por PMS assassinos integrantes deste mesmo batalhão que se auto denominavam ‘Cavalos Corredores.

Já é notório também (a imprensa já noticia isto direto) que policiais envolvidos com corrupção em UPPs e favelas costumam ser transferidos para funções reservadas e confortáveis, a maioria em funções burocráticas no próprio quartel general da PM.

Para acabar de endireitar, acaba de assumir o comando geral da PM no lugar do comandante Mario Sergio Duarte que se encontra hospitalizado, o tenente coronel Álvaro Garcia que, do mesmo modo que Claudio Luiz de Oliveira foi preso e condenado tempos atrás depois de comandar uma seção de tortura com moradores inocentes num muro da favela da Cidade de Deus.

Acho absolutamente impossível conceber que as autoridades máximas da segurança pública e o governo do Estado do Rio desconheçam as fichas imundas de alguns (tomara que não muitos) de seus oficiais superiores ou que não as consultem antes de promovê-los ou premiá-los com funções estratégicas.

É estranhíssima enfim esta impressão de que estejam sendo, exatamente os mais corruptos e assassinos os credenciados para exercer cargos de tão alto nível numa cidade com problemas de segurança pública tão graves e decisivos, quando está prestes a sediar mega eventos internacionais.

Assusta sim que sejam estas figuras, exatamente aquelas que são escolhidas para comandar os mais agitados, problemáticos, e… ‘lucrativos’ postos de comando, inclusive em termos de arrecadação de armas, drogas e dinheiro, que acabamos de saber hoje, são surrupiados como ‘espólio’ pelos comandantes de vários batalhões ou UPPs, que distribuem o butim entre seus comandados (e sabe-se lá entre quem mais).

Meu Deus!

Há algo de podre aí, claro. É o que tudo indica. Como dizia o Capitão (já tenente coronel) Nascimento, ao que tudo indica talvez a Polícia Militar do Rio de Janeiro tenha mesmo é que… acabar.

Já as milícias de São Gonçalo, Niterói, Zona Oeste do Rio, os ‘mensalões‘ de UPPs em geral, os ‘bandidos escondidos atrás de togas’, o governo do Rio e outras ramificações mais bem organizadas…bem, vamos deixar isto pra lá.

Tudo dominado. Avisar a gente avisa, né?

Spirito Santo

Setembro 2011

Anúncios

~ por Spirito Santo em 28/09/2011.

Uma resposta to “Vigário Geral , ‘Cavalos Corredores’ e Tropa maldita”

  1. Realmente as peles “sintéticas” de cordeiro estão se desgastando e os Lobos estão mostrando suas Caras e Garras, O Militarismo Politico Falido ainda resiste via a Policia Militar sempre instalando o Caos pelas Periferias do Brasil e a população Carente e Negra são seus principais alvos. O Crime como todo gera Riquezas, a Prostituição, Drogas, Cargos Eletivos Pólicos tudo isso traz ouro e pelo ouro Alguns Mata e muitos morrem, A Milicia é considerado a 10 anos em especial no Rio de Janeiro o 2* Poder por Isso o Extermínio em Massa.

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: