Likumbi Lya Mize, Mu-Kanda. A Gira Infinita dos povos do Zambeze


Creative Commons License Todo o conteúdo original deste blog está assegurado sob uma Licença Creative Commons.

Likumbi Lya Mize

“Shabukolo”, esse primeirão da foto aí, seguido por gente alegre e feliz, é um Likishi (*Nkisi humano de etnia Mbunda, Angola). Ele se dirige para a cerimônia da Likumbi Lya Mize, sensacional evento que une os povos Mbunda, Chokwe, Luchasi e Luvale, no entorno (ou na bacia) do Rio Zambese, numa região que envolve partes de Angola, da Zâmbia e da República Democrática do Congo.


Os Ma-Kishi ou Mu-Kishi (genericamente um grupo de “Nikisi”) são representações de entidades com funções específicas na cerimônia, travestidos de forma efusiva, com máscaras fantásticas, para acompanhar os adolescentes que serão circuncidados até o local da curcuncisão (razão fundamental da secular cerimônia) e para a não menos fantástica comemoração da consumação do rito de passagem.

A Likumbi Lya Mize, é hoje uma conjugação de várias tradições desses povos, cujo foco principal é, historicamente atribuído aos Luvale, povo da área do Moxico, que se retirou de Angola para a Zâmbia durante as guerras de independência e a posterior guerra civil, tornando a Zâmbia, talvez o principal eixo da gigantesca cerimônia hoje.

(A parte essencial da cerimônia, a circuncisão, é denominada “Ma-Kanda” ou “Mu-Kanda”, segundo variações linguísticas locais)

A Likumbi Lya Mize foi reconhecida como Patrimônio Cultural da Humanidade em 2005 e é um grande evento de turismo cultural na região.

(Importante: Quando alguém aqui no Brasil lhe falar de “Nkise” como algo do estrito âmbito religioso, no campo do Candomblé, etc. desconfie. Se ligue. Afirmo que não é nada disso não. Abra o foco e escape das distorções interesseiras. Ninguém é santo nessa história.)

Abra a janela desse quartinho escuro e respire o ar do campo aberto, lençol das dúvidas e das perguntas mais delícias.

(*”Nkisi”=Palavra de origem remota do KiKongo, querendo dizer Ídolo, representação escultórica, objeto simbólico ou representação humana de uma entidade imaterial, intangível)

Spirito Santo
Quarentena de Maio 2020